NO AR

Shekinah

Com Jailton Oliveira

Mundo

Pastor inicia igreja virtual para gamers

Publicada em 06/08/18 as 14:33h por GospelPrime - 48 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Pastor Matt Souza ministrando aos gamers.  (Foto: (Foto: Julia Rendleman for The Washington Post))

Uma igreja virtual foi lançada para gamers. O pastor Matt Souza, 27 anos, que vive em Richmond, Virgínia (EUA) decidiu usar a plataforma de streaming Twitch para transmitir sermões e estudos.

Ordenado pela Assembleia de Deus, Souza é fã de videogames e decidiu iniciar em 2016 um projeto missionário com o nome de GodSquad [Esquadrão de Deus]. Seu objetivo declarado era alcançar “indivíduos que tendem a ser ateus e não gostam de religião”. Mais de uma década atrás, no início do seu ministério, ele usava uma sala da igreja que pastoreava para reunir jovens para jogarem games e conversar sobre a Bíblia.

O Twitch transmite pessoas jogando games em tempo real e os usuários podem acompanhar. O pastor passou a usar a plataforma e, enquanto joga, vai falando sobre Deus e a fé cristã. Em alguns vídeos ele fala sobre “princípios éticos e morais” no mundo virtual, incentivando os jogadores a não jogarem, por exemplo, Grand Theft Auto por causa da sua promoção de  matança e conteúdo sexual.

Depois de um tempo, decidiu usar o Twitch para iniciar uma igreja virtual ao perceber sua crescente popularidade e influência especialmente entre os jovens. Desde julho no ar, a GodSquad Church tem 1.800 membros e mantém aproximadamente 4.000 visualizações por mês de seus sermões.

Christopher Benek, um pastor que escreveu extensamente sobre questões de tecnologia, acredita que Souza está fazendo algo importante, e argumenta que, embora sua “igreja” possa parecer pouco convencional, não deve ser ignorada.

“Em 1 Coríntios 12:14, o apóstolo Paulo escreve sobre o valor de ter diferentes partes do corpo que compõem a igreja. Matt Souza é parte do corpo de Cristo e está tentando usar a tecnologia para o bem. Acredito que deveríamos encorajar mais cristãos a aprender a usar a tecnologia para o avanço da nossa mensagem. Não vejo como ministrar às pessoas em um ambiente digital é menos importante que um pastor usar o telefone para convidar pessoas ou evangelismo na televisão”, disse Benek.

Ele está convencido que o mundo vem mudando rapidamente pelo uso da tecnologia e a maioria dos pastores perdem grandes oportunidades porque “não estão vendo além de suas quatro paredes”.

Relacionamentos reais no ambiente virtual

Souza disse ao Washington Post que ele nunca acreditou que a igreja deva ser reduzida a um lugar de cultos, mas é, fundamentalmente, a promoção de uma comunidade mais ampla. Ele entende que é possível promover relacionamentos reais mesmo em um ambiente virtual.

Conta, por exemplo, que em breve viajará à Carolina do Norte para oficiar o casamento de dois de seus fiéis. Também irá batizar uma mulher de Houston (Texas) que ele levou ao Senhor quando a conheceu em uma conferência voltada para gamers.

“[Jesus] sempre foi para onde as pessoas estavam”, disse Souza. “Uma das grandes [mídias] que conectam pessoas hoje em dia são os videogames – e eu acredito 100% que se Jesus estivesse aqui andando na terra hoje, ele estaria jogando porque saberia que ali estão pessoas necessitando [da salvação]”.

Acrescenta ainda: “Em qualquer lugar as pessoas se reúnem, mesmo digitalmente, com um interesse comum, há uma comunidade. Se falam sobre os ensinamentos de Jesus, por definição, são uma comunidade cristã”.







Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Enquete
Qual dessas Redes Sociais você mais acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter







.

LIGUE E PARTICIPE

Visitas: 4989
Usuários Online: 12
Copyright (c) 2018 - A Semente