(81) 9 9399-8790

NO AR

Tempo de Vencer

Com EV. SANTINI / FLÁVIO PEREIRA

Mundo

Em carta, novo arcebispo faz saudação a líderes de outras religiões

Publicada em 08/11/18 as 10:35h por Gazeta Online - 9 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Dom Dario Campos foi nomeado o novo arcepisto da Arquidiocese de Vitória  (Foto: Reprodução)

O novo arcebispo de Vitória, Dom Dario Campos, escreveu uma carta, publicada nesta quarta-feira (7) após a nomeação do religioso franciscano pelo papa Francisco. Na mensagem, ele reconhece o papel de leigos e leigas na igreja, faz uma saudação a líderes de outras religiões e diz que está "de braços e coração abertos para poder conhecer e caminhar junto com os irmãos e irmãs". 

VEJA A CARTA NA ÍNTEGRA: 

Cachoeiro de Itapemirim, 07 de Novembro 2018 

Caros irmãos e irmãs, 

Paz e Bem! 

Hoje recebo com serenidade e com o coração cheio de confiança, na graça de Deus, a missão a mim confiada pela Igreja, por intermédio do nosso querido Papa Francisco, de ser o novo Arcebispo da Arquidiocese de Vitória. Deus tem os seus caminhos e o seu projeto, cabe a nós, com humildade e abertura de coração, acolher e dizer o nosso sim. Algo que, durante toda a vida como franciscano, e também desde o início de meu ministério episcopal tenho procurado viver, ao assumir como lema de minha ordenação episcopal: Nas tuas mãos, palavras do Salmo 30, depois repetidas por Jesus ao Pai. 

Olho com esperança para esse novo período de minha vida e, desde já saúdo, de todo o coração, a Arquidiocese de Vitória, desde o querido Dom Luiz Mancilha, todo o clero, os diáconos, os religiosos e religiosas, os seminaristas, todos os leigos e leigas dessa tão vigorosa e fecunda Arquidiocese. Aproveito para enviar uma saudação a todas as autoridades civis e militares, em níveis municipal e estadual, homens e mulheres que se dedicam na construção de um Estado do Espírito Santo, para todos os seus cidadãos. Gostaria de saudar também os grandes formadores de opinião do Estado, desde os meios de comunicação, até chegar às grande faculdades e universidades, quem têm o papel importante de informar e, sobretudo, formar cidadãos comprometidos com o bem comum. Não poderia deixar de enviar minha saudação fraterna aos muitos líderes religiosos cristãos, que conosco partilham do essencial da Fé no Ressuscitado, bem como, também, uma saudação aos irmãos e irmãs, de outras religiões. Tenho a certeza que todos nós desejamos o mesmo, isto é, que, por meio de nossa presença, naquilo que é específico de cada um e no que nos é comum, possamos contribuir para a construção de um mundo mais fraterno, justo e solidário. 

A Arquidiocese de Vitória sempre teve e ainda tem um papel fundamental na história eclesial do Estado do Espírito Santo, todos reconhecemos e somos devedores da Fé, do Esforço Missionário, do Compromisso Evangélico e da Ação Transformadora dessa Igreja Viva. Venho com humildade, colocar-me à serviço da Igreja, a fim de somar forças e contribuir, para que esse caminho continue sendo trilhado, na Alegria do Evangelho. Nesses últimos anos, presente no Estado do Espírito Santo, mesmo de longe, pude reconhecer as muitas Forças Vivas da graça de Deus espalhadas por todos os lugares da Arquidiocese, sinais do Reino que desejo conhecer, ajudar a crescer e promover a construção de novos espaços. Sobretudo, aceno para o fato de a Arquidiocese ser uma Igreja de Comunidades Eclesiais de Base, sinais claros de uma Igreja em Saída, que toca as realidades e as vidas das famílias, principalmente, daquelas em situação de dificuldades, violência e miséria. De fato, é a partir de nossas CEB´s que nascem verdadeiros cristãos e cristãs, discípulos missionários, formados pela escuta da Palavra e pelo alimento da Eucaristia, capazes de fazer a diferença em todos os âmbitos da sociedade, desde a participação na vida pública até a defesa da vida e da natureza. Nesse Ano do Laicato, reconheço o papel fundamental dos leigos e leigas, homens e mulheres do mundo no coração da Igreja, homens e mulheres da Igreja no coração do mundo, como nos diz o Papa Francisco. De fato, o chamado do Senhor a todos a sermos Sal da Terra e Luz do mundo, implica numa presença afetiva e efetiva na construção da sociedade que tanto desejamos, algo que toca a todos, nas cidades e nos campos. 

Assim sendo, termino dizendo que estou de braços e coração abertos para poder conhecer e caminhar junto com os irmãos e irmãs, a fim de que juntos possamos continuar a trilhar os caminhos do Discipulado Missionário, como nos propõe o Documento de Aparecida. No dia 05 de Janeiro, às dez horas da manhã, na Catedral Metropolitana de Vitória, tomarei posse como novo Arcebispo e, por isso, convido a todos a participarem desse momento importante da nossa caminhada eclesial. Peço a oração de todos vocês por mim e saibam que já os tenho em minhas preces e orações. 

Que a Virgem da Penha, Estrela da Evangelização, Discípula Missionária do Senhor interceda por todos nós. Deus vos abençoe, hoje e sempre! 

Dom Dario Campos 

Arcebispo Eleito da Arquidiocese de Vitória




Enquete
Qual dessas Redes Sociais você mais acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter







.

LIGUE E PARTICIPE

Visitas: 9022
Usuários Online: 10
Copyright (c) 2018 - A Semente